quarta-feira, 11 de abril de 2012

Glee | S03E15 - Big Brother

Glee

Série: "Glee"
Episódio: Big Brother
Temporada:
Número do Episódio: 59 (3x15)
Emissora: FOX

Mais de um mês sem "Glee" e a maior aflição de todas era "o que houve com Quinn Fabray?". Não dá para explicar o que eu esperava com seu acidente, mas era óbvio que se tivessem partido para a morte da personagem as coisas ficariam muito mais intensas nesse restante de temporada e seria complicado lidar com tantos problemas que isso causaria, para família da garota, para o New Directions, mas principalmente para Rachel.

A solução foi colocar a personagem em uma cadeira de rodas e mencionar o acidente, fazer uma campanha contra SMS e telefone ao volante, mas o que mais me incomodou foi a falta de machucados, hematomas e afim. A priore achei que ela tivesse aceitado de boa sua nova condição de cadeirante, ela andou pra cima e para baixo com Artie, dançou, cantou e se divertiu a valer, chegando até a dar um sermão em Rachel quando essa começou a se sentir culpada, mas...

Imagem: Fox

Aí veio o fato de Artie querer mostrar para ela que essa pode ser sua condição daqui em diante, mas ela não aceita isso. Está tudo bem por ser temporário, por poder fazer fisioterapia e aos poucos readquirir os movimentos dos membros inferiores, mas ficar o resto da vida na cadeira de rodas não é uma opção para ela. Agora é ver como irão trabalhar esse tema.

O casamento de Rachel e até sua relação com Finn está abalada. Ele gostou da ideia de Puck em tentar a vida na Califórnia, montar uma empresa de limpeza de piscinas, mas Rachel não vê isso como saída, já que irá para Nova Iorque e não está disposta a ceder, trocar seu sonho da Broadway por Hollywood. Não será fácil a continuidade dos dois se um não baixar das suas vontades, de seus sonhos.

Blaine, que depois de quase perder a visão, recebeu a visita de seu irmão mais velho, Cooper Anderson (Matt Bomer, "White Collar"), ator famoso, que chamou a atenção dos alunos, e até de Sue, com direito a selinho, mas não de Blaine. Irmãos mais velhos são sempre problemas, e Blaine não passou ileso ao jeito egocêntrico de Cooper, e tê-lo de volta, principalmente onde ele é uma das estrelas, ofuscou o seu brilho e ele despejou todos os anos de negligência para cima do irmão.

Imagem: Fox

As canções para eles foram boas, o conflito é que senti pouco trabalhado, podendo ter explorado outros lados da relação deles, e nos fazer torcer para que se entendessem mais rapidamente. O bom foi ver Darren Criss e Bomer soltando a voz e dançando.

E por falar em Sue, seus momentos de "fraqueza" nos quais ela mostra seus sentimentos são sempre bem vindos, como ela receber a notícia de que sua filha precisará muito dela quando nascer e em seguida seu encontro com Beck. A relação das duas é linda, principalmente pro Sue espelhar ali o que tinha com sua irmão, Jennie. O que podemos dizer então do encontro entre ela e a treinadora Roz? Quero mais momentos desses por favor.

A formatura está chegando, os temas estão sendo escolhidos e "Glee" fica cada vez mais intenso, amadurecendo não só os personagens como os roteiros. Até mesmo as canções estão se encaixando perfeitamente com as situações. O problema é que esperava um pouco mais deste episódio, mas por sorte temos muitos pela frente ainda nessa temporada.

Nota 3,5 de 5.

Trilha Sonora:
# "I'm Still Standing" (Elton John) por Quinn e Artie;
# Mashup: "Hungry Like the Wolf" + "Rio" (Duran Duran) por Blaine, Cooper e os New Directions;
# "Fighter" (Christina Aguilera) por Blaine;
# "Up Up Up" (Givers) por Artie e Quinn;
# "Somebody That I Used to Know" (Gotye feat. Kimbra) por Blaine e Cooper.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seus comentários são sempre bem-vindos, pois assim podemos trocar conhecimentos e discutir sobre o episódios. Além disso, sua opinião é importante para continuarmos melhorando.


Equipe Episódios Comentados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...